sexta-feira, 17 de outubro de 2008


Seridoísmos (12):
ARRE ÉGUA,
UM SONETO PARA
ELINO JULIÃO
EM
TIMBAÚBA DOS BATISTAS

a partir de foto de
Fátima Arruda

4 comentários:

Eliene Dantas disse...

Me pergunto se Elino Julião era Caicoense ou Sãojoseense, deve ter sido um caicó-sãojoseense.

Romário Gomes disse...

ARRE ÉGUA, soneto mais porreta... (meu seridoísmo preferido, disputando meu coração apenas com o de São João do Sabugi e o de Jardim do Seridó - o primeiro).
Ah, Eliene: sendo assim, caicó-são-joseense, Elino Julião é gente minha! Terá nascido no Barbosa de Cima ou na Barra da Espingarda? Ou na Caatinga Grande? Ou no sítio Bonita?

sandra camurça disse...

ô seridoísmo bão danado!!!
saudade
saudade
saudade...
perdão, hoje eu tou mais inquieta que o meu normal.
beijos

Maykson de Sousa disse...

Maravilha!