quinta-feira, 23 de outubro de 2008


Seridoísmos (13):
O GALO DE TODAS AS HORAS
AO SOM
DOS DOBRADOS DE
CARNAÚBA DOS DANTAS

a partir de foto
de
Carla Régia

2 comentários:

Romário Gomes disse...

Gostei (acho que poderei dizer assim) da interferência semiótica! Um abraço!

Eliene Dantas disse...

outra forma de ver a beleza do monte do galo.