quarta-feira, 29 de outubro de 2008


Poema da série
POEMÃOS,
de
Neide Dias de Sá

Versão/leitura
de
Moacy Cirne

3 comentários:

sandra camurça disse...

Lembro-me deste poema. Tua versão ficou massa! Você ótimo em cores e composição, Menino!
Beijos.

Cosmunicando disse...

bom que voltou, poeta!

Pavitra disse...



poemão de mão cheia! rs

adorei!