segunda-feira, 27 de agosto de 2007


Poema gráfico-experimental
de
FERNANDO AGUIAR
(Portugal)

6 comentários:

Diego Cesar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego Medeiros disse...

Olá Moacy,
sou Diego Medeiros, estudante de Comunicação da UFRN, e descobri nas aulas do Professor Jarbas Martins, o poema visual e pesquisando cheguei ao poema processo. Estou adorando tudo que estou vendo e descobrindo. Na minha empolgação acabei produzindo algumas coisas... algumas estão no site do Hugo Pontes. Gostaria se possivel de um comentário/crítica das minhas obras... Obrigado.

Moacy disse...

Caro DIEGO: Vi, agora, os seus poemas no Hugo Pontes. Utopia e Amanhecer têm o mesmo processo criativo, com bons efeitos visuais. Ou seja, gostei. Tecer também é muito interessante, como proposta, entre o pósconcretismo e o experimentalismo. Mais cedo ou mais, posso aproveitá-lo aqui. Em Natal, você tem contato com o Jota, o Falves, o Anchieta, o Biano, o Avelino? Além desses três poemas, há outros? Um abraço.

Diego Medeiros disse...

Obrigado pela atenção! Ainda não tenho contato com eles, mas assim que tiver oportunidade, será ótimo aprender! Há outros sim, estão no meus blogs que acabo de fazer... http//:verbalizando-ou-nao.blogspot.com

Natália Nunes disse...

Acho q eu precisaria de uma lupa para entender esse poema visual.
rs.

Sim, Moacyr, fiz anos.
:)
Obrigada pelos votos.

Abraços.

sandra camurça disse...

Muito bom!
Um beijo.