sábado, 26 de maio de 2007


||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||

Memória 1970

PÃO POEMA-PROCESSO COM 2m
É COMIDO POR 5 MIL PESSOAS
NA FEIRA DE ARTE DE RECIFE

Recife (Sucursal) - Um pão de dois metros de comprimento,
apresentado como poema-processo e comido por todos os
presentes, foi a maior atração da Feira de Arte encerrada
ontem nas calçadas das ruas do Pátio de São Pedro, com a
participação de 30 jovens artistas pernambucanos.

A Feira, que ficou aberta por três dias, registrou uma afluência
de aproximadamente 5 mil pessoas, que não se importavam
de sentar no chão a noite inteira para prestigiar os jovens. Estes,
cuja idade média era de 18 anos, apresentavam trabalhos cujo
índice artístico foi considerado ótimo pela crítica de Recife.

[ in Jornal do Brasil [] Terça-feira, 7/4/70 [] 1º Caderno ]

Republicado in: Processo: linguagem e comunicação,
de Wlademir Dias-Pino. Petrópolis: Vozes, 1971.

2 comentários:

fatimapombophotos disse...

OBRIGADA POR SUA PASSAGEM PELO MEU BLOG.
de fotos da lygia clark, este blog foi criado no intuito de protestar contar os herdeiros da LYGIA CLARK, que usavam e abusaram das minhas imagens fotograficas sem creditar.
tenho um outro blog de desenhos http://fatimapombodesenhos.blogspot.com
e um diario chamado http://diarioionah.blogspot.com
da uma visitada.
obg

Clemente Padín disse...

Felicitaciones...! Realmente muy buenos poemas y notas...!
Un saludo fraterno a todos los poetas
que directa o indirectamente han participado en el Poema/Proceso.