domingo, 10 de agosto de 2008



1. Chegada das Trevas
fotopoema
de
Oscar Kellner Neto

2. Trevas, sombras e espantos
versão/interferência
de
Moacy Cirne

3 comentários:

Lafaiete Luiz disse...

Que a linguagem exploda, sempre, renovada, luz-pura. Cores vibrantes.

romério rômulo disse...

moacy:
minha andança por aqui nesta manhã
fica registrada.
romério

sandra camurça disse...

tudo, tudo aqui continua escandalosamente maravilhoso, como o editor desse blogue!
um beijo!